As bolsas chinesas de Xangai e Shenzhen encerraram o seu funcionamento até ao fim do dia, depois de caírem 7%, de acordo com um novo mecanismo para reduzir a volatilidade que entrou em vigor esta segunda-feira.

A queda do índice CSI300, que abrange as 300 principais empresas cotadas, ativou, pela primeira vez, o encerramento antecipado das negociações da sessão, em consequência das novas regras regulatórias.

As negociações já tinham sido interrompidas por 15 minutos, sem que a medida conseguisse travar as descidas.

As fortes quedas aconteceram na sequência de dados macroeconómicos conhecidos no fim-de-semana. A atividade industrial chinesa contraiu pelo quinto mês consecutivo, o que não se via desde 2009.