As bolsas chinesas encerraram a última sessão da semana a ganhar 2%, depois do regulador ter suspendido o mecanismo que parava a negociação bolsista em caso de quedas acentuadas.

O índice CSI300, que junta as maiores empresas de Xangai e Shenzhen subiu 2% para os 3.361,56 pontos, enquanto o Shanghai Composite Index subiu também 2%, nos 3.186,41 pontos.

Nesta primeira semana de 2016 as bolsas chinesas perderam cerca de 10%, o pior desempenho semanal desde o crash do verão.

A regra dizia que se as quedas forem de 5%, a negociação seria suspensa durante 15 minutos. Caso a queda ultrapassasse os 7%, a suspensão mantinha-se toda a sessão.