O boletim mensal da IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública revelou hoje que o Estado conseguiu arrecadar cerca de 13,6 milhões de euros nos primeiro cinco meses do ano, mais 351 milhões em relação a abril.



No que respeita ao investimento particular, os dados apontam para 208 milhões de euros e uma amortização de um milhão em certificados do tesouro em maio. Neste instrumento de captação de poupança das famílias o Estado conseguiu quase três milhões de euros.



Em maio, os portugueses investiram 203 milhões de euros em certificados de aforro e levantaram 59 milhões. Este instrumento tem um total de 10.706 milhões de euros aplicado.

O saldo dos certificados do tesouro aumentou 206 milhões em relação a abril e o dos certificados de aforro subiu 145 milhões de euros.

Desde o final de 2013, o Estado angariou mais 314 milhões de euros em certificados de aforro e mais 529 milhões de euros em certificados do tesouro.