O Caixa BI subiu o preço alvo que atribui aos CTT para 10,2 euros, de 10 euros, prevendo uma sólida geração de resultados do operador postal, que é uma "dividend play stock' com balanço forte que tem como principal risco a criação do Banco Postal.

A recomendação manteve-se em 'Neutral'. O preço-alvo está relativamente próximo da cotação actual dos CTT, cujas acções sobem 1% para 10,18 euros.

"Continuamos a ver os CTT como uma 'dividend play stock', com um balanço forte e uma sólida geração de resultados, beneficiando ainda de um moderado plano de capex", afirmou Artur Amaro, analista do Caixa BI, citado pela Reuters.

"Contudo, tendo em conta a recente performance registada acima do benchmark e o prémio a que transaciona face ao setor, estamos confortáveis em manter a recomendação em Neutral".

O Caixa BI explicou que reviu as estimativas após dois trimestres de actividade de 2015, com alterações no 'guidance', fazendo o 'roll-over' da avaliação para o final de 2016.

"O principal risco para a nossa avaliação prende-se com o Banco CTT", alertou Artur Amaro.

Frisou que o sistema bancário europeu tem vindo a sofrer perdas consideráveis a nível de imparidades para crédito, conjugadas com um aumento de requisitos regulatórios com repercussões nos balanços e nos resultados.
Nota: Esta Recomendação de Investimento foi distribuída aos clientes do Caixa BI a 9 de Outubro de 2015.