A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) anunciou esta segunda-feira que vai realizar uma emissão de dívida a 10 anos no valor de 300 milhões de euros.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), nota a Lusa, a Brisa explica que a empresa prevê terminar o ano corrente com um EBITDA (Lucros antes de impostos e amortizações) de cerca de 300 milhões de euros, sendo que as receitas das portagens deverão ter um aumento de 3%.

Na apresentação aos investidores, a concessionária de autoestradas refere ainda que no primeiro trimestre deste ano, o tráfego aumentou cerca de 7%.

A intenção de emitir esta dívida é retirar os 300 milhões de euros que a empresa terá de pagar em 2016 e transferir essa responsabilidade para 2025, conseguindo assim um perfil de amortização a médio e longo prazo mais equilibrado.

Os bookrunners (Bancos mandatados para realizar a operação) são o Barclays, BESI, CaixaBI, MBCP, Santander GBM e SGCIB.