O PSI-20 abriu a sessão em leve alta e segue a ganhar 0,57%, nos 5.659,88 pontos, a seguir a tendência europeia.
O setor da banca continua em destaque, depois de esta terça-feira ter sido conhecida a proposta de fusão entre o BCP e o BPI, uma alternativa avançada por Isabel dos Santos através da Santoro, acionista de referência do BPI.

Numa carta datada de 02 de março, a Santoro Finance defende que o valor oferecido pelo CaixaBank no âmbito da OPA não reflete o valor do BPI.

Em reação, o BCP disse estar disponível para analisar a proposta.

O BPI sobe 2,1%, para os 1,51 euros. Já o BCP soma 0,6%, para os 0,09 euros por ação.
Destaque ainda para a Sonae, que ganha 1,5%, nos 1,25 euros.

No setor da energia, a Galp sobe 1,3%, com cada título a cotar a 10,20 euros, enquanto a EDP sobe 0,3%, nos 3,50 euros.

A empresa apresentou resultados esta quarta-feira, com uma subida no lucro atribuível aos acionistas de 4%, para os 1.040 milhões de euros.

A travar maiores ganhos está a Teixeira Duarte, ao ceder 1,01%, para os 0,78 euros por ação.

Na Europa, as praças seguem em alta ligeira: Milão soma 0,6%, Paris ganha 0,5%, Madrid e Frankfurt sobem 0,3% e Londres avança 0,1%.