As principais bolsas europeias abriram esta quinta-feira positivas, recuperando das perdas dos últimos três dias, com os investidores a aguardarem pela divulgação de dados macroeconómicos favoráveis.

Há instantes, o Eurostoxx 50, o índice que representa as principais empresas da zona euro, estava a subir 0,12% para 2.745,96 pontos.

As bolsas europeias seguiam a negociar positivas. Os ganhos variavam entre 0,43% de Londres e 0,18% de Frankfurt.

Paris e Milão seguiam igualmente a valorizar 0,35% e 0,34%, respetivamente.

Madrid, por sua vez, seguia a contrariar a tendência, a descer 0,28%.

Em Lisboa, pela mesma hora, o índice de referência bolsista PSI20 seguia a valorizar 0,53% para 53891,15 pontos.

Nos EUA é esperada hoje a divulgação de dados sobre a economia e os pedidos de subsídios de desemprego da semana passada. Do lado de cá do atlântico, espera-se pela divulgação de números do desemprego na Alemanha.

A nível doméstico, Zon valoriza 1,92% para 4,23 euros. Ontem a Zon Optimus emitiu um comunicado sobre o aumento de capital no valor de cerca de 200 milhões de euros e revelou que já pediu à NYSE Euronext para que estas novas ações sejam admitidas à negociação.

Também a Mota-Engil - que logo à tarde após o fecho do mercado apresenta contas - avança mais de 1,8%.

Entre os pesos pesados, nota positiva ainda para a Portugal Telecom (PT) que ganha mais de 1,5% para 2,86 euros, num sentimento de recuperação face às quedas recentes.

Já o BES avança mais de 1% para os 84 cêntimos.

O euro segue hoje em queda no mercado de divisas de Frankfurt e troca-se a 1,3311 dólares, face aos 1,3340 dólares da sessão anterior.

O barril de crude Brent para entrega em outubro abriu por sua vez em baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar nos 115,80 dólares, menos 0,49 dólares do que na quarta-feira.