A última sessão bolsista da semana fica marcada por algum alívio dos mercados, que fecharam em alta a recuperar das fortes quedas registadas na sessão de ontem.

Milão encerra a semana a ganhar 4,7%, Londres avançou 3.1%, Paris e Frankfurt apreciaram 2,5% e Madrid ganhou 2,3%.

Em Lisboa a subida foi menor, 1,66% nos 4.534,63 pontos, com apenas quatro cotadas no vermelho.

A Galp liderou os ganhos, ao subir quase 7%,para os 10,27 euros. A Mota-Engil ganhou 5,5%, nos 1,38 euros. Já a Pharol avançou 2,96%, nos 0,21 euros.

O BPI subiu 2%, com os títulos a cotar a 0,95 euros, enquanto o BCP caiu quase 3%, nos 0,03 euros,

Destaque para a queda de 4,3% da Teixeira Duarte, com as ações a valer 0,27 euros.

Também os juros da dívida pública regressaram às quedas esta sexta-feira, e fecharam nos 3,556%. É o alívio das yeld das obrigações depois de seis dias consecutivos de agravamento, com os investidores a acusar a pressão em torno do Orçamento português.