As principais bolsas europeias abriram esta quarta-feira mistas, com os investidores à espera de vários indicadores.

O Euro Stoxx 50, índice que representa as principais empresas da zona euro, estava em baixa, a descer 0,12% para 3.254,86 pontos.

As bolsas de Londres e Frankfurt estavam a subir 0,17% e 0,14%, enquanto as bolsas de Paris, Madrid e Milão estavam a cair 0,10%, 0,13% e 0,15%.

Depois de ter iniciado o dia em baixa, a Bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:00, o principal índice, o PSI20, estava a descer 1,33% para 6.809,38 pontos.

Em Nova Iorque, Wall Street terminou em alta na terça-feira, com o Dow Jones a subir 0,77% para 16.956,07 pontos, um novo máximo de sempre desde que foi criado há 128 anos.

Ao nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, mas acima dos 1,36 dólares, a cotar-se a 1,3673 dólares, contra os 1,3679 dólares no encerramento da sessão anterior.

O Banco Central Europeu (BCE) fixou na terça-feira o câmbio de referência da divisa europeia em 1,3688 dólares.

As referências de hoje são a publicação, pelo Eurostat, dos dados dos preços da produção industrial na União Europeia (UE) referentes a maio e das encomendas à indústria em maio nos Estados Unidos, que serão divulgados pelo departamento de Comércio norte-americano.

O cenário internacional continua condicionado pelas tensões na Ucrânia, mas sobretudo no Iraque, com os investidores atentos aos desenvolvimentos da escalada de violência naquele país e da deslocação da ofensiva dos 'jihadistas' sunitas para outras zonas do país, que poderão provocar perturbações na oferta de petróleo deste país produtor e, consequentemente, nos preços do 'ouro negro'.

O Iraque produz atualmente 3,33 milhões de barris por dia, segundo a Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP), sendo o segundo maior produtor de petróleo mundial, a seguir à Arábia Saudita e à frente do Irão e do Kuwait.

O barril de petróleo Brent, para entrega em agosto, abriu hoje em alta ligeira, a cotar-se a 112,34 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,04% do que no encerramento da sessão anterior.