A Bolsa de Lisboa segue na linha de água, com as quedas da Galp Energia e Jerónimo Martins a ser contrabalançadas pela subida da banca, face a uma Europa à procura de direção, enquanto aguarda com importante conjunto de dados macro económicos nos dois lados do Atlântico, segundo operadores.

De acordo com a Reuters, o índice de referência europeu, eurofirst300, cai 0,45 pct, mas as principais bolsas seguem indefinidas, oscilando entre uma subida de 0,3% em Madrid e uma queda de 0,5% em Paris.

Atenções dos investidores estão centradas na divulgação de um conjunto de dados macroeconómicos, nos dois lados do Atlântico. Na Alemanha, serão conhecidos os números da confiança empresarial e, nos EUA, destaque para os dados sobre as encomendas de bens duradouros, o número de novos desempregados e também as vendas de casas novas.

As ações da fabricante automóvel alemã Volkswagen mantêm a tendência de recuperação de ontem e valorizam 5,7%.

Os investidores mostraram-se agradados com a demissão do seu Chief Executive Officer, na sequência do escândalo relacionado com o falseamento de dados relativos à emissão de gases nos veículos a diesel nos EUA.

O mercado petrolífero, o preço do barril de Brent sobe 0,57% para 48,02 dólares e o de Crude Nymex soma 0,9% para 44,87 dólares.

O Euro aprecia-se 0,22% face à moeda norte-americana para 1,1211 dólares.