O índice de referência PSI20 perde 0,53% e lidera as quedas numa Europa a corrigir dos fortes ganhos de ontem, após passos para a reabertura do financiamento à Grécia, que prosseguem hoje com a votação do parlamento alemão do novo resgate.

De acordo com a Reuters, o FTSEurofirst 300, índice que agrega as 300 maiores cotadas na Europa, perde 0,09%.

Os 28 ministros das finanças da União Europeia, aprovaram ontem um empréstimo-ponte de 7.000 milhões de euros (ME), para Atenas fazer face às necessidades de liquidez imediatas, incluindo um reembolso de 3.500 ME ao Banco Central Europeu (BCE) na segunda-feira.

O BCE aumentou ontem a assistência de liquidez de emergência (ELA) aos bancos gregos, o que deverá permitir a reabertura dos bancos na segunda-feira, fechados há quase três semanas, mantendo-se, contudo, os limites dos levantamentos pelos depositantes e os controlos de capitais.

As atenções viram-se agora para Berlim, onde o parlamento alemão deverá autorizar hoje o Governo a continuar negociações sobre um terceiro resgate à Grécia, com apoio dos deputados conservadores.

Na quinta-feira foi realizada uma votação 'teste', na qual a proposta foi passada pela maioria.

No mercado obrigacionista, a yield das obrigações do Tesouro a 10 anos mantém-se estável nos 2,7%, e a equivalente grega alivia 3 pontos base para 11,71%.

O preço do barril de Brent, em Londres, ganha 0,3% para 57,07 dólares e o de crude Nymex segue estável.

O euro aprecia-se 0,1% face à moeda norte-americana, para os 1,0886 dólares.