As principais bolsas europeias estão esta sexta-feira positivas, depois da Reserva Federal dos EUA ter assinalado que a maior economia do mundo cresce a um ritmo «modesto a moderado» e o BCE ter garantido a manutenção dos juros baixo enquanto for necessário.

Na habitual conferência de imprensa após a reunião mensal, o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, anunciou ainda uma revisão em alta da estimativa para o comportamento do PIB da zona euro em 2013.

Em Lisboa, o Eurostoxx 50, o índice que representa as principais empresas da zona euro, estava a subir 0,21% para 2.779,92 pontos.

As bolsas europeias seguiam a negociar positivas, entre os ganhos de 0,06% de Londres e os de 0,36% de Madrid.

Frankfurt e Milão seguiam igualmente em sintonia com as restantes praças, com ganhos 0,08% e 0,15%.

Paris era a única exceção, a negociar no vermelho, com uma perda de 0,11%.

Em Lisboa, pela mesma hora, o índice de referência bolsista PSI20 seguia a subir 0,20% para 5.962,28 pontos.

Para hoje, os investidores estarão atentos à divulgação de dados sobre o desemprego de julho nos EUA.

O euro subia na abertura do mercado de divisas de Frankfurt a 1,3130 dólares, enquanto o barril de crude Brent para entrega em outubro abriu em baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar 115,22 dólares, menos 0,04 dólares do que no fecho de quinta-feira.