Os mercados financeiros continuam a sofrer as consequências do impasse grego. Em mais um início de sessão no vermelho, e ainda que as perdas sejam, ligeiras, as principais praças europeias negoceiam já em mínimos de fevereiro.

Faltam 15 dias para terminar o deadline. A Grécia tem de pagar o reembolso de 1,6 mil milhões de euros ao FMI até ao final do mês.

Os investidores aguardam ainda pelos dados do índice ZEW, que avalia o sentimento económico na Alemanha.
Madrid cai 0,9%, Paris desce 0,8%, Frankfurt desliza 0,6%, Milão desce 0,7% e Londres derrapa 0,1%.

Em Lisboa, o PSI-20 cai 0,81% para os 5.581,60 pontos, com 15 cotadas no vermelho. A cotada que mais cai é a Teixeira Duarte, 4,2%, com os títulos a cotar a 0,52 euros.

No setor da banca, o sentimento é misto: enquanto o BCP cai 1,5%, mantendo o preço das ações em 0,09 euros, o BPI sobe 1,98%, nos 1,34 euros.

No setor da energia, a EDP desce 1,2%, para os 3.31 euros. A Galp cai apenas 0,2%, com os títulos a cotar a 10,87 euros.