Foi um dia de fortes ganhos em Lisboa e na restante Europa. O BCP avançou 5,2% e o BPI 4,3%, num dia de ganhos assinaláveis em Lisboa e na Europa após o Banco Central Europeu (BCE) ter lançado um novo programa de compra de ativos e cortado inesperadamente a sua taxa de juro diretora.

Fontes disseram à Reuters que estas compras de asset backed securities (ABS) e covered bonds poderão ascender a 500.000 milhões de euros (ME) durante três anos.

O sector financeiro vai beneficiar particularmente deste plano. O índice Eurostoxx para a banca na Europa fechou a subir 2,19%. «Vai ser bastante positivo para os bancos europeus num todo, permitindo que estes libertem capital de empréstimos e os injetem na economia real», disse Carlos Peixoto, analista do BPI, no Porto, à Reuters.

O índice PSI20 avançou 1,78% para os 6.054 pontos, com todos os títulos no verde.

A Portugal Telecom somou 4,56%, a EDP 1,34% e a Galp Energia 0,11%.

Também a apoiar, a NOS somou 2,92%, a Jerónimo Martins 0,96% e a Sonae 2,32%.

As principais praças da Europa fecharam em máximos de seis anos e meio, enquanto o euro afunda 1,4% para 1,296 dólares.

Milão avançou 2,82%, e Madrid 1,96%, as duas praças que mais subiram na Europa.