As bolsas da Europa seguem em alta, animadas pelos resultados da Apple, que ficaram acima do esperado pelos analistas, e que levaram ainda ontem o índice norte-americano Dow Jones a registar um novo máximo histórico.

Madrid segue a liderar os ganhos entre as praças europeias, subindo pouco mais de 1%, mas a praça lisboeta também acompanha o otimismo, com o PSI20 a ganhar 0,85% para 5.700,68 pontos, com todos os títulos no verde.

Cá dentro, a semana também está a ser marcada pela apresentação de resultados. Esta manhã foi a EDP Renováveis. A empresa anunciou lucros de 129 milhões de euros no primeiro semestre, mais 8% do que no ano passado. As ações estão a reagir com uma subida de 1,61% para 3,73 euros.

No mesmo setor, a EDP sobe 0,84% para 2,51 euros e a Galp avança 1% para 12,03 euros.

Também a Zon apresentou ontem resultados do primeiro semestre. Os lucros subiram 21% para 24 milhões de euros e as ações estão esta manhã em alta de 1,18% para 4,10 euros.

Quem também apresenta resultados hoje, logo mais à tarde, após o fecho do mercado, é o BPI, sendo que os analistas apontam para uma queda dos lucros do banco para cerca de metade. O BPI deverá ser, ainda assim, e de acordo com as previsões dos analistas, o único dos três grande bancos cotados no PSI20 a manter-se com resultados positivos. As ações do BPI seguem em alta de 1,36% para 97 cêntimos.

Na banca, só o Banif sobe mais: 3,85% para 5,4 cêntimos por ação, um reflexo ainda do aumento de capital, onde a procura pelas novas ações superou oferta, o que deixa antever que terá sido colocado na totalidade.

No setor financeiro, o BCP também sobe 1,05% para 9,6 cêntimos e o

BES 1,03% para 0,69 euros.

Nota ainda para a PT, que ontem registou uma das maiores subidas da praça, impulsionada pelos movimentos de concentração no setor, com a compra pela Telefónica, de uma operadora na Alemanha. Hoje a PT segue mais moderada, a subir 0,44% para 2,97 euros.