O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, encerrou a sessão de hoje a crescer 0,52% para 6.025,46 pontos, com a banca com fortes ganhos e o BES a ultrapassar os 7% de valorização.

Das 20 cotadas no índice de referência português, 11 cresceram, o Banif ficou inalterado e oito títulos recuaram.

As ações do BES destacaram-se a valorizar 7,59% para 0,90 euros, seguidas das ações do BPI e do BCP, a avançarem 4,28% e 4,21% para 1,00 e 0,99 euros, respetivamente, com os analistas do BPI Online a justificarem este desempenho com a conclusão das 8.ª e 9.ª avaliações do programa de ajustamento português.

Em contrapartida, a EDP liderou as quedas, ao perder 3,87% para 2,59 euros.

Ainda entre os títulos do setor elétrico, a EDP Renováveis caiu 0,16% para 3,78 euros, a Galp avançou 1,26% para 12,43 euros e a REN cedeu 0,45% para 2,20 euros.

O Governo anunciou hoje a criação de uma «contribuição especial» sobre o setor eletroprodutor que gerará uma receita adicional para o Estado de 100 milhões de euros em 2014 e um segundo conjunto de medidas que permitirão uma redução de custos do sistema elétrico que pode atingir os 1.400 milhões de euros.

Nas telecomunicações, a PT perdeu 0,69% para 3,46 euros, enquanto a Sonaecom e a ZON OPTIMUS avançaram 0,05% para 2,15 euros e 0,60% para 4,71 euros, respetivamente.

Nota ainda para o peso pesado Jerónimo Martins, que cedeu 0,55% para 14,36 euros.