Os investidores vão estar esta semana atentos às emissões de dívidas de vários países europeus e à continuação da apresentação de resultados pelas empresas, enquanto em Portugal é conhecida a taxa de desemprego do segundo trimestre.

Apesar de o mês de agosto ser tradicionalmente mais calmo nos mercados financeiros, há vários indicadores que vão focar as atenções.

Já esta segunda-feira, são conhecidas as vendas a retalho de junho da zona euro, que devem ter recuado 1,2% face ao mesmo mês do ano passado, disse à Lusa Sónia Martins, analista de mercados do BCP, baseando-se no consenso dos analistas contactados pela agência de informação financeira Bloomberg. No mesmo dia é divulgado o índice PMI Serviços dos 17 países que partilham a moeda única, que deverá apontar para a estagnação do abrandamento da atividade em julho.

A encomendas às fabricas alemãs e a produção industrial da Alemanha, Reino Unido e Itália também serão divulgados esta semana.

Em Portugal, na quarta-feira, o Instituto Nacional de Estatística (INE) dá a conhecer a taxa de desemprego do segundo trimestre, que entre janeiro e março ficou nos 17,7%. Na sexta-feira, é a vez da balança comercial referente a junho.

Do outro lado do Atlântico, o destaque desta semana vai para a divulgação do índice ISM Serviços, que deve apontar para uma aceleração da expansão da atividade em julho. Como todas as semanas, serão ainda conhecidos os pedidos de subsídios de desemprego, com os analistas a anteciparem um aumento destes.

A semana vai ficar ainda marcada por várias emissões de dívida pública de países europeus, com destaque para França e Alemanha. Também o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) sevai aos mercados para se financiar em cerca de 3.000 milhões de euros, numa emissão de títulos de dívida a três meses.

Vai ainda continuar a apresentação de resultados de empresas referentes ao primeiro semestre, caso da Sonae Sierra em Portugal. No resto da Europa, os investidores estarão atentos às contas de empresas como Porsche, Credit Agricole, Unicredit, Deutsche Telekom ou Commerzbank. Nos Estados Unidos, o destaque são os resultados de Walt Disney, Marathon Oil, Ralph Lauren, Centurylink, Time Warner e JCPenney.