O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, encerrou a sessão desta quinta-feira a valorizar 2,23% para 5.991,10 pontos, em linha com os principais mercados acionistas europeus, aproximando-se da barreira psicológica dos seis mil pontos.

Entre os 20 títulos que compõem o PSI20, 13 avançaram, um manteve-se inalterado (Banif) e seis perderam valor, numa sessão marcada pela continuação da recuperação dos títulos da banca, que repetiram os ganhos da véspera.

O BES liderou o lote das subidas ao progredir 5,24%, para 0,90 euros, enquanto o BCP cresceu 3%, para 0,10 euros, e o BPI somou 2,52%, para 1,02 euros.

O Banif, que na quarta-feira avancou mais de 9%, encerrou a sessão inalterado nos 0,01 euros.

Apesar do bom desempenho da banca, foram os ganhos dos quatro pesos pesados da praça portuguesa que mais impulsionaram o PSI20.

A PT ganhou 3,64%, para 2,82 euros, a Galp subiu 2,70%, para 12,73 euros, a Jerónimo Martins valorizou 2,55%, para 15,50 euros e a EDP cresceu 1,24% para 2,70 euros.

No resto da Europa, as principais bolsas também tiveram um dia muito positivo, com os ganhos a variarem entre os 0,88% de Londres e os 1,98% de Madrid.