O principal índice da bolsa de Lisboa seguia, nesta manhã de sexta-feira, a subir 2%.

A bolsa nacional está assim a recuperar das perdas da sessão de quinta-feira e a acompanhar a tendência das praças europeias, com a EDP e a PT a puxarem pelos ganhos.

Pelas 09:00, o PSI20 seguia a ganhar 2% para 6.227,24 pontos, com 15 empresas a transacionarem em terreno positivo, três negativas e duas suspensas das negociações (ESFG e BES).

Do lado dos ganhos, a EDP e o BPI eram as empresas que mais subiam, com valorizações de 6,10% e 5,73%, para 3,43 e 1,40 euros, respetivamente.

A Portugal Telecom seguia também a encorajar as negociações, com as ações da empresa de telecomunicações a avançarem 3,33% e a valerem 1,93 euros.

Do lado das perdas, a liderança pertencia à Mota-Engil e aos CTT, que recuavam 4,20% e 1,51%, para 4,75 e 6,71 euros.

A Jerónimo Martins também seguia em terreno negativo, a desvalorizar 0,44%, para 11,21 euros.

CMVM suspende ações do BES

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários anunciou, esta sexta-feira, que as ações do BES continuam suspensas por decisão do regulador que irá avaliar «a informação prestada» pela entidade financeira na quinta-feira sobre a sua exposição ao Grupo Espírito Santo (GES).

A determinação da suspensão das ações do BES por parte da CMVM foi feita na quinta-feira ao final da manhã, com o regulador a explicar que aguardava por «informação relevante» por parte da instituição financeira e depois do Espírito Santo Financial Group (ESFG) ter solicitado a suspensão da negociação dos seus títulos e obrigações nas bolsas de Lisboa e do Luxemburgo ao início da manhã.

BES tem capital mínimo garantido mesmo com prejuízo do GES

Já perto das 00:00, o BES emitiu um comunicado no qual garante que que as potenciais perdas resultantes da exposição ao GES «não põem em causa o cumprimento dos rácios de capital».

O BES explicou que a almofada de capital de que dispõe, no valor de cerca de 2,1 mil milhões de euros, é suficiente para fazer face à exposição que tem ao GES.

Na altura da suspensão, na quinta-feira, as ações do BES perdiam mais de 17%, para 0,51 euros, enquanto as do ESFG interromperam as transações quando estavam a cair 8,9%, para 1,19 euros.

Lisboa seguia a acompanhar, esta manhã, o sentido da Europa, com os investidores a aguardarem, também eles, por novas informações relativamente ao GES.