A Bolsa de Atenas fechou a sessão a ganhar 9,8%, num máximo de dois meses e meio.

A subida foi impulsionada pela forte valorização do setor da banca: o Piraeus Bank trepou quase 20%, o Alpha Bank somou 17%, o National Bank avançou 16,7% e o Eurobank ganhou 16%.

As fortes subidas acontecem no dia em que o Eurogrupo aceitou a extensão da ajuda à Grécia por mais quatro meses. Em comunicado, o Eurogrupo sublinha que esta terça-feira foi discutida a primeira lista de reformas apresentada pelas autoridades gregas, «baseada no atual acordo», e que irá ser detalhada e acertada com as instituições, no máximo, até ao final de abril. 

Aqui pode ler a   carta que o governo grego enviou ao Eurogrupo. 

A Comissão Europeia também deu o «OK». Bruxelas refere que os compromissos que fazem parte da lista de reformas de Atenas  vão servir como um ponto de partida para um acordo com o país para a extensão do financiamento por mais quatro meses. E sublinha que quer que as reformas sejam aplicadas «rapidamente» e «sem recuos». 

Para o FMI, o plano é garantia suficiente para continuar a emprestar dinheiro ao país mas tem de ser mais detalhado.