bolsa de Lisboa encerrou hoje em baixa, com o PSI20 a perder 1,09% para 5.364,40 pontos, pressionado pelos pesos pesados (EDP, PT, Jerónimo Martins e Galp), acompanhando a tendência negativa das principais praças europeias.

Entre as 20 cotadas que compõem o índice de referência da praça portuguesa, 12 desvalorizaram, uma encerrou estável face à cotação da véspera e sete terminaram o dia em alta.

As maiores quedas do dia pertenceram à EDP Renováveis e ao Banif, que perderam ambos cerca de 4%, para 3,77 euros e 0,05 euros, respetivamente.

Porém, foram as quedas da PT e da EDP, dois dos títulos com maior ponderação sobre o PSI20, que mais pressionaram a bolsa portuguesa. A empresa de telecomunicações recuou mais de 3% para 2,71 euros e a energética baixou 2,35% para 2,41 euros.

A Jerónimo Martins e a Galp, os outros dois pesos pesados da praça portuguesa, também fecharam o dia no vermelho, regredindo 0,54% para 15,65 euros e 0,35% para 11,46 euros, respetivamente.

Pela positiva, nota para a Mota Engil, que avançou mais de 3% para 2,47 euros.

No resto da Europa, as perdas variaram entre os 0,36% de Paris e os 2,32% de Madrid. Já Londres fechou o dia praticamente estável face à véspera e Frankfurt valorizou 0,66%.