O principal índice da bolsa portuguesa (PSI20) encerrou a sessão de hoje a subir 1,51% para 7.347,36 pontos, acompanhando a tendência positiva dos congéneres europeus.

Das 20 cotadas no índice de referência português, 14 valorizaram e seis fecharam o dia em terreno negativo.



A Mota-Engil liderou as subidas ao progredir 9,31% para 5,903 euros, no dia seguinte a ter anunciado a assinatura de um contrato avaliado em 2,5 mil milhões de euros para construir 580 quilómetros de ferrovia e um porto de águas profundas nos Camarões.

Ainda assim, o que mais impulsionou o PSI20, foi o avanço superior a 5% para 2,834 euros da Portugal Telecom (PT).

Quanto aos restantes títulos com maior ponderação, a EDP subiu 1,77% para 3,62 euros, a Galp cresceu 0,31% para 12,94 euros e a Jerónimo Martins baixou 0,88% para 12,38 euros.

Na banca, o BES esteve em destaque ao somar 3,47% para 1,102 euros, seguido pelo BCP, que ganhou quase 2% para 0,2030 euros, e pelo BPI, que progrediu 1,2% para 1,766 euros.

Já o Espírito Santo Financial Group e o Banif fecharam o dia no vermelho, com quedas de 0,07% para 2,758 euros e de 4,55% para 0,0105 euros, respetivamente.

No resto da Europa, os ganhos variaram entre os 0,40% de Frankfurt e os 1,73% de Madrid.