O BCP está a analisar um possível aumento de capital para acelerar o reembolso dos CoCo¿s, embora isto não seja o suficiente para pagar os restantes 2.600 milhões de euros da ajuda estatal que uso, adiantou o presidente executivo do banco, Nuno Amado, à Reuters.

«Estamos a analisar alternativas para acelerar o nosso plano e regressar a uma situação normal», adiantou o responsável, frisando que o BCP «ainda não tomou uma decisão para aumentar o capital».

«Sabemos que há uma janela, mas não quer dizer que a tenhamos de atravessar», referiu, acrescentando que o BCP tem de tomar uma decisão antes do verão, ou seja, até agosto.