“O sucesso de qualquer processo negocial a promover com eventuais investidores depende em grande parte do envolvimento da atual equipa de gestão”, referia a proposta dos acionistas privados, argumentando que "importa manter todas as condições para que um eventual novo acionista controlador possa determinar, livremente e sem restrições de qualquer ordem, a composição dos órgãos sociais e estatutários do Banif e das suas principais filiais”.