O Banif colocou no mercado internacional 438 milhões de euros de títulos referentes a uma operação de securitização de carteiras de crédito a Pequenas e Médias Empresas (PME), com a procura a superar 1,6 vezes a oferta, anunciou hoje o banco.

Em comunicado, a instituição liderada por Jorge Tomé destaca que se trata da «maior operação de securitização de um banco português nos mercados internacionais nos últimos cinco anos».

A operação de securitização - denominada Atlantes SME 3 ¿ foi conduzida pela StormHarbour e pelo Banif - Banco de Investimento e assente em carteiras de crédito a PME originadas pelo banco em Portugal e beneficiou de notação de rating «single A» por parte da Standard & Poors e DBRS, esclarece a nota.

De acordo com o Banif, a procura por esta emissão ascendeu a 700 milhões de euros, obrigando o emitente a acionar o mecanismo de rateio.

O banco especificou que a emissão foi subscrita por cerca de 30 investidores provenientes de diversas geografias europeias (Reino Unido, Suíça, Itália, Alemanha, Holanda, França, Bélgica, Portugal e Estados Unidos), o que permitiu fixar o custo financeiro num nível «extremamente competitivo» de taxa Euribor a três meses acrescida de 1,95%.

Em dezembro, o Banif emitiu 180 milhões de euros de obrigações associadas à securitização de carteiras de crédito ao consumo.

«Está assim confirmada a capacidade do Banif, de uma forma sustentada, aceder aos mercados de captação de recursos internacionais em condições muito competitivas e favoráveis», conclui assim a instituição financeira.