O Banco Espírito Santo (BES) e o The Export-Import Bank of China (China Eximbank) assinaram um acordo de financiamento de 200 milhões de dólares, por um prazo de três anos, destinado a financiar o comércio bilateral com a China.

«Trata-se da primeira operação de financiamento concedida pelo China Eximbank a uma instituição financeira portuguesa, à semelhança de um outro empréstimo de 300 milhões de dólares concedido, em finais de 2011, pelo China Development Bank, confirmando assim o estatuto do BES como único banco português a beneficiar de apoio direto específico de instituições financeiras chinesas», realçou em comunicado o banco liderado por Ricardo Salgado.

A nova linha de financiamento de 200 milhões de dólares (quase 150 milhões de euros) «permite ao BES reforçar a sua capacidade de financiamento a empresas que importem mercadorias ou serviços da China, fomentando desta forma o comércio bilateral entre Portugal e aquele país», reforçou a entidade portuguesa.

Segundo o BES, «esta operação surge como complemento das diversas iniciativas de promoção e facilitação do comércio com a China que o BES tem levado a cabo, de que é exemplo a recente disponibilização de uma oferta integrada de produtos e serviços na moeda chinesa (renmimbi) em Portugal».

O China Eximbank é uma instituição financeira chinesa cuja principal atividade consiste na promoção do comércio internacional e investimento estrangeiro deste país.