A Apple pode atingir um valor de mercado superior a um bilião de dólares – um valor recorde, segundo analistas, e tornar-se a empresa mais valiosa do mundo. 

A previsão é do banco de investimentos norte-americano Cantor Fitzgerald. A avaliação da empresa de tecnologia revelou, esta segunda-feira, que as ações da Apple podem, em breve, valer 180 dólares cada (cerca de  164 euros), elevando o valor de mercado da empresa para 1,05 biliões de dólares (9 6 mil milhões euros)

Quando acontecer, a Apple será a primeira empresa a nível mundial a valer mais de um bilião de dólares, isto é, 0,9 mil milhões   e vai valer quase o triplo do motor de busca Google, o gigante da internet. Segundo o Banco Mundial, a subida do valor das ações vai tornar ainda a empresa mais valiosa do que o Produto Interno Bruto de alguns países como a Holanda, Indonésia e Arábia Saudita.

Para o analista do banco de investimentos Brian White o crescimento da empresa mãe do iPhone deve-se ao forte crescimento no mercado chinês, onde as vendas aumentam cerca de 70% por ano, e à apresentação do Apple Watch, o primeiro novo produto lançado em cinco anos.

«No próximo mês, e pela primeira vez em cinco anos, a Apple vai apresentar uma nova categoria de produtos, enquanto relatos dos meios de comunicação durante as últimas semanas destacam novas potenciais áreas de futuro investimento», disse Brian White numa nota aos clientes. O analista prevê que em 2016 a empresa de inovação e tecnologia terá vendido 25 milhões de Apple Watches, tendo uma receita de 10,6 mil milhões de euros.    

O rumor que a Apple pretende lançar uma televisão, baseada em relatórios de que a empresa está a desenvolver um serviço de streaming online, e um carro eletrónico ajudam a aumentar o valor de mercado.