As ações do Fosun International, empresa matriz do grupo chinês Fosun, que detém em Portugal a seguradora Fidelidade e a Espírito Santo Saúde, recuavam 10,94% a meio da sessão de hoje na bolsa de Hong Kong.

As ações do grupo estiveram suspensas na sexta-feira, após o presidente ter sido dado como incontactável.

Os títulos da empresa no índice de Hang Seng valiam 11,88 dólares de Hong Kong (1,4 euros) ao fim da manhã de hoje na China, apesar das notícias que dão conta de que Guo Guangchang voltou a ser visto em público.

Após ter estado 'desaparecido' soube-se que o empresário estava, afinal, a colaborar com as autoridades no âmbito de uns processsos judiciais.

Entretanto, e para tranquilizar os investidores e evitar especulações, o presidente da Fosun deu uma conferência telefónica no domingo.

Guo Guangchang é o 10º homem mais rico da China.