A negociação das ações do BPI BBPI.LS está suspensa até à divulgação de informação relevante, segundo a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

"O Conselho de Administração da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) deliberou a suspensão da negociação das ações do Banco BPI, S.A., até à divulgação de informação relevante sobre o emitente", referiu em comunicado.

Na semana passada, uma fonte disse à Reuters que o Caixabank e Isabel dos Santos aproximaram posições e estão a trabalhar num esboço de acordo no BPI, que prevê que o banco espanhol adquira os 18,6% da empresária angolana e a maior telecom de Angola Unitel compre parte dos 50,1% que o BPI tem no angolano BFA e assuma o controlo deste.

O Banco Central Europeu (BCE) deu um prazo ao BPI BBPI.LS, até 10 de Abril, para reduzir a exposição a grandes riscos, nomeadamente ao Banco Fomento de Angola (BFA), que é detido em 49,9% pela Unitel, que tem como acionista-chave Isabel dos Santos.

O Caixabank CABK.MC é o maior acionista do BPI com 44,1% do capital, mas tem mantido uma longa 'guerra' com a Santoro de Isabel dos Santos - a segunda maior acionista que tem travado as investidas do banco espanhol para controlar o segundo maior banco cotado de Portugal.