As ações da Portugal Telecom (PT) seguem nesta sessão de segunda-feira em forte alta, e disparam 5,8%, impulsionadas por notícias que apontam a OI e a PT como alvos apetecíveis em futuros movimentos de fusão e aquisição, segundo analistas, nota a Reuters.

Na sexta-feira, as ações da OI, com quem a PT está em pleno processo de fusão, fecharam a subir quase 6%.
Na semana passada, uma fonte disse à Reuters que a TIM contratou o banco de investimento Bradesco para estudar uma oferta sobre a rival OI.

«Esta série de notícias aponta para a PT ser vista como alvo apetecível e suporta as ações», afirmou Paulo Rosa, dealer da GoBulling, no Porto.

As ações da PT avançam agora 4,5%, para 1,63 euros.

«Além da possibilidade da TIM fazer uma oferta pela OI, no fim-de-semana houve notícias dos franceses da Altice estarem interessados em comprar a PT, no caso de fusão entre TIM e PT», acrescentou Paulo Rosa.

Segundo o Diário de Notícias, a gigante Altice, dona da Cabovisão e da ONI em Portugal, está interessada em comprar a PT, se um eventual negócio entre TIM e OI avançar.