As ações da Impresa afundaram esta terça-feira 11,55% para 90 cêntimos, o que representa o valor mais baixo desde novembro do ano passado.

Segundo disseram analistas à Reuters, os títulos sucumbiram à pressão vendedora de cinco lotes mais expressivos de ações que amplificaram a queda deste título que tem fraca liquidez.

«É um título habitualmente com pouca liquidez, a Impresa é o tipo de títulos em que basta haver um receio mais geral sobre o PSI20 e um conjunto de vendas mais abruptas, para causar estes movimentos, disse Emanuel Vieira, operador da Golden Broker no Porto.