O Banco Central Europeu, em conjunto com 18 outros bancos centrais, detinham 18,1 mil milhões de euros em divida grega no final de 2014, adiantou o BCE esta quinta-feira.

O banco central comprou as obrigações no pico da crise da dívida europeia, através do plano de compra de dívida. O BCE também detém dívida de Espanha, Irlanda, Itália e Portugal. No caso português, as obrigações totalizavam 14,3 mil milhões no final do ano passado.

O BCE adianta ainda que lucrou 728 milhões de euros em juros, com a compra destas obrigações. No caso da Grécia, os lucros com os juros foram de 298 milhões.

Esta quarta-feira o   Banco Central Europeu prolongou o acesso dos bancos gregos ao mecanismo de empréstimos de emergência, que tem sido uma tábua de salvação para o setor bancário helénico, aumentando o teto para 68,3 mil milhões de euros.