O PSI-20 abriu a sessão em queda e segue a deslizar 0,19% nos 5.861,70 pontos, nesta que é a última sessão da semana. Segue a tendência europeia, com os investidores a reagir ao facto de a Grécia ter adiado o pagamento de 300 milhões de euros do reembolso ao FMI que vencia esta sexta-feira. Apesar de fazer parte das regras, os mercados não gostaram de ver mais uma vez adiada a solução para a Grécia.

Por cá, a maior queda pertence à Mota-Engil, desliza 3,04% para os 2,49 euros por ação. Segue-se a Altri, que desce 1,8%, com os títulos a cotar a 3,74 euros.

O setor da energia também segue em terreno negativo: a EDP derrapa 0,5%, nos 3,49 euros por ação. A Galp desliza 0,1%, com as ações a valer 10,65euros.

No verde, destaque para o setor da banca, que recupera das quedas das últimas sessões. O BCP soma 0,5%, mantendo o preço das ações em 0,09 euros. O BPI cresce 0,7% para os 1,41 euros.

Na Europa, a tendência é de queda, ainda que ligeira: Frankfurt desce 0,8%, Madrid e Paris deslizam 0,7%, Milão cai 0,6% e Londres desce 0,5%.