As televisões e as rádios vão receber mais de dois milhões e trezentos mil euros pelos tempos de antena para as eleições legislativas, segundo um despacho que homologa a tabela de compensação hoje publicado em Diário da República.

O despacho indica que a TVI é a estação que obteve maior compensação financeira pela transmissão dos tempos de antena referentes às eleições legislativas de 04 de outubro com 703.817,89 euros, seguida pela SIC com 592.546,34 euros e pela RTP com 394.692,68 euros.

As televisões e as rádios a nível nacional e regional vão receber ao todo 2.311.762,5 milhões de euros.

O despacho publicado esta terça-feira homologa a tabela de compensação pela emissão dos tempos de antena nas rádios de âmbito nacional, com as três estações (SIC, TVI e RTP1) a arrecadar 1.691.056, 91 milhões de euros.

O despacho do Ministro-Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, indica também que a Rádio Renascença, a Rádio Difusão Portuguesa (RDP) e a Rádio Comercial vão receber no total 541.666,67 mil euros.

A Rádio Renascença é a rádio que obteve maior compensação financeira pela transmissão de tempos de antena (301.819,92 euros), seguida da Rádio Comercial (133.092,92 euros) e da RDP (106.753,83 euros).

No que diz respeito às estações de rádio de âmbito regional, a M80, a TSF e posto emissor de Radiodifusão do Funchal vão receber 79.038,92 euros no total.

A M80 e a TSF vão obter 35.035 euros, cada uma, enquanto o posto Emissor de Radiodifusão do Funchal vai receber 8.968,92 euros.

Aos valores agora publicados em Diário da República aplicam-se as taxas e impostos em vigor.