A Prisa decidiu não esperar mais pela decisão do regulador e anulou o acordo de venda da Media Capital à Altice. Uma informação apurada pela TVI junto de fonte do mercado.

Este desfecho acontece depois de um longo impasse de há quase um ano, uma situação que levou a vários adiamentos do prazo previsto para a concretização do negócio.

A recusa por parte da Altice em acrescentar mais remédios à Autoridade da Concorrência foi um dos pontos-chave que levou o maior acionista da TVI a abdicar da venda do seu ativo em Portugal.

A mesma fonte revelou ainda que estão ser consideradas outras alternativas a esta operação que mantenham o crescimento deste grupo de media que já éo maior de Portugal.

O grupo que a Prisa detém em Portugal é o maior do setor de comunicação social do país e é também um bom e rentável ativo. A Media Capital conta com os melhores profissionais para manter e até reforçar a liderança nos mercados de televisão e rádio.

Fonte do mercado assinala ainda que a recente operação de refinanciamento acordada entre os acionistas da Prisa em nada dependia do desfecho deste negócio com a Altice que, assim, fica pelo caminho.

O negócio estava avaliado em 440 milhões de euros e a Autoridade da Concorrência tinha considerado insuficientes as garantias dadas pela Altice. O novo prazo para apresentação de novos remédios por parte do comprador expirou esta sexta-feira, mas a Alice nada acrescentou às condições que apresentou para a concretização do negócio.