O índice que mede a atividade da indústria e serviços na zona Euro recuperou ligeiramente em dezembro face a novembro, para 50,6 pontos, mas ficou abaixo das expetativas dos analistas, divulgou esta sexta-feira a Markit Economics, noticia a Lusa.

Em comunicado, a empresa de serviços de informação financeira adianta que o seu índice de gestores de contas (PMI na sigla em inglês) subiu de 50,1 pontos em novembro para os 50,6 pontos em dezembro, refletindo a «quase estagnação» das taxas de crescimento da produção, das encomendas e do emprego e situando-se abaixo das previsões de 50,8 pontos.

A evolução de dezembro assume-se como a mais lenta dos últimos 18 meses, durante os quais o índice da Markit Economics tem vindo a registar uma expansão, o que acontece sempre que supera a marca dos 50 pontos.

No último mês do ano, o índice PMI continuou a abrandar na França e em Itália, sendo que no caso italiano contraiu para um mínimo de 19 meses.

Na Alemanha, o índice PMI para a produção industrial cresceu para 51,2 pontos em dezembro, depois de ter caído para 49,5 em novembro, o valor mais baixo dos últimos 17 meses.

Em sentido oposto, segundo o índice da Markit, as economias da Irlanda, Espanha e Holanda registaram «sólidas» melhorias no último mês do ano.