A expansão económica da zona euro desacelerou em janeiro, mas manteve-se sólida, segundo dados divulgados  pela Markit.

Segundo a empresa de serviços de informação financeira Markit, a estimativa do PMI (Purchasing Managers Index) composto da atividade da zona euro caiu para 53,5 pontos em janeiro, o valor mais baixo dos últimos 12 meses e contra 54,2 pontos em dezembro.

Um índice PMI inferior a 50 pontos significa contração, enquanto um superior indica expansão da atividade.

O economista chefe da Markit, Chris Williamson, afirmou que a desaceleração do ritmo de crescimento no início deste ano é "desconsoladora, mas não surpreende" porque resulta da incerteza provocada pela volatilidade observada no mercado financeiro desde o início do ano.