O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afirmou esta segunda-feira que a União Europeia (UE) deve completar a união monetária para fortalecer a sua imagem, consolidar a confiança e fomentar o investimento empresarial.

"Para consolidar a confiança é importante não perder de vista a necessidade de completar a nossa união monetária, incluindo quando enfrentamos prioridades mais urgentes", explicou Draghi, numa conferência para celebrar os 40 anos da consultora Prometeia realizada em Bolonha, no norte de Itália.

"Para consolidar a confiança é importante que haja uma visão a longo prazo que elimine a fragilidade da nossa união", adiantou.