O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, disse esta quinta-fiera que a informação disponível mostra "uma moderação" na economia da zona euro, após "vários trimestres de crescimento acima do previsto".

Draghi referiu, no entanto, que considera a conjuntura atual "coerente com uma expansão ampla e sólida".

O presidente do BCE falava em conferência de imprensa, no final de uma reunião de política monetária da instituição realizada em Frankfurt.

O BCE decidiu deixar as taxas de juro inalteradas e manter o programa de compra de ativos a um ritmo de 30 mil milhões de euros mensais até finais de setembro.