O Banco Central Europeu vai rever o programa de estímulos na reunião de dezembro, anunciou esta quinta-feira Mario Draghi, na habitual conferência de imprensa após a reunião do conselho de governadores.

“O conselho de governadores está pronto para agir, usando todos os instrumentos disponíveis dentro do seu mandato para manter o nível adequado da política monetária”


Entretanto, sublinhou Draghi, continua o programa mensal de compras de ativos, no valor de 60 mil milhões de euros, que durará, pelo menos, até ao final de setembro de 2016.

“Se necessário, será estendido, até vermos um ajustamento sustentável na inflação que seja consistente com o nosso objetivo de atingir uma inflação de perto de 2% no médio prazo”


O BCE anunciou ainda que decidiu manter a taxa de juro diretora em 0,05%, um mínimo histórico que tem permanecido desde setembro de 2014. Deixou também inalteradas as taxas de juro aplicáveis aos depósitos em -0,20% e à facilidade permanente de cedência de liquidez em 0,30%.