A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, disse, esta quarta-feira, que está disponível para regressar à comissão parlamentar de inquérito aos swap para prestar mais esclarecimentos aos deputados sobre a matéria, que conheceu novos desenvolvimentos esta semana.

«Esse tema está a ser tratado na comissão de inquérito. Já lá fui e voltarei se for necessário», afirmou aos jornalistas Maria Luís Albuquerque, à margem de um seminário dedicado ao Orçamento do Estado para 2014.

A governante tinha sido questionada sobre as declarações do antigo presidente da Estradas de Portugal, Almerindo Marques, acerca do seu papel no contrato swap celebrado por aquela empresa pública. Confrontada sobre se se sente fragilizada no cargo, face a estas declarações, respondeu que «não».

A primeira audição de Maria Luís Albuquerque na comissão de inquérito decorreu a 25 de junho. A segunda audição, que se realizou a 30 de julho, foi pedida com caráter de urgência pelos partidos da oposição (PS, PCP e BE) depois de alegadas contradições e omissões sobre o que sabia sobre os swap quando tomou posse como secretária de Estado do Tesouro.