O Governo anunciou esta segunda-feira a assinatura de um acordo com o banco de fomento alemão KfW, que tem como objetivo promover a cooperação para o desenvolvimento de uma instituição financeira de apoio às empresas portuguesas.

Em comunicado, o Governo refere que o propósito do protocolo «é promover e formalizar a cooperação entre as partes para o KfW aconselhar o Governo português no desenvolvimento de uma instituição financeira especializada com mecanismos de financiamento destinados a apoiar as empresas, nomeadamente as PME, e assim estimular as oportunidades de crescimento e o emprego».

«O KfW está ainda disposto, junto do Governo alemão, a abordar as possibilidades de financiar as Pequenas e Médias Empresas (PME) portuguesas através desta instituição financeira especializada», acrescentou o documento do Executivo.

A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, o ministro adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, e o ministro da Economia, António Pires de Lima, reuniram-se com o presidente executivo do KfW Group, Ulrich Schroeder, tendo-se seguido a formalização do protocolo de cooperação entre os dois lados.

Em maio, o então ministro das Finanças, Vítor Gaspar, anunciou que o KfW, terceiro maior banco alemão, estaria a estudar a possibilidade de dar linhas de crédito ou participar no capital das PME portuguesas.

Na sequência de um encontro com o seu homólogo alemão para discutirem a aplicação do programa de ajustamento português, Vítor Gaspar afirmou que o KfW já estaria a dar apoio na criação do chamado banco do fomento (ou instituição financeira de desenvolvimento para o Governo).

«Podemos beneficiar da colaboração alemã, em particular do banco de desenvolvimento alemão, que se chama KfW, que estará disponível para explorar a possibilidade de estender linhas de crédito a Portugal ou participar no capital das PME de formas intermediadas indiretamente por instituições portuguesas», afirmou Vítor Gaspar no encontro, que decorreu no Ministério das Finanças da Alemanha, em Berlim.