O senador do Massachusetts Marc Pacheco disse à Lusa que a comunidade portuguesa «é muito bem-sucedida» nos Estados Unidos e defendeu que as empresas norte-americanas devem olhar para Portugal como uma plataforma para alargar o seu negócio.

Marc Pacheco, que é luso-descendente, falou à Lusa em Boston, após um encontro com o ministro da Economia, António Pires de Lima, onde estiveram presentes fundos de investimento e 'private equities' daquela região norte-americana.

«A comunidade portuguesa aqui, não só no Massachusetts, como em New England, é muito diversificada e significativa, com vários níveis de educação. A comunidade como um todo é diversa, muito ativa e muito bem-sucedida», disse o senador no Massachusetts, que ocupa o cargo há mais de duas décadas.

Sobre o encontro com o ministro, Marc Pacheco disse que o seu interesse assenta na «cooperação entre os dois países».

E sublinhou a «relação que Portugal tem com muitos países no mundo, quer lusófonos, incluindo África ou até a Ásia», apontando Macau.

«Portugal tem estado por lá há gerações, continuando a ter ligações a estas partes do mundo», afirmou.

«Estas ligações e história devem ser aproveitadas no futuro e aplicadas em diferentes partes do mundo, como na lusofonia».

«Portugal e a América podem ser parceiros, tenho defendido junto das empresas norte americanas que devem olhar para o mercado português como uma plataforma para alargar o negócio internacional, não só na Europa como em África», disse.

«Faz sentido dada a história», sublinhou.

O senador Marc Pacheco disse ainda que a apresentação feita pelo ministro da Economia sobre a recuperação económica portuguesa foi «muito útil», nomeadamente por dar a conhecer que Portugal é um país «que atrai investimento».