Mais de 5.000 produtores de leite europeus, incluindo de Portugal, estão a manifestar-se esta segunda-feira em Bruxelas.

Protestam contra a política de baixos preços, que, afirmam, está a levar a agricultura da Europa à falência.

Os produtores pedem apoio urgente das autoridades para lidarem com a quebra acentuada nos preços dos produtos e a concorrência das importações a baixo custo.

A manifestação ruidosa frente à sede da Comissão coincide com um conselho extraordinário dos ministros da Agricultura.

Os governantes vão discutir medidas de apoio à produção pecuária. A França pretende um aumento do preço mínimo do leite e apoios às exportações afetadas pelo embargo russo.

Portugal e pelo menos mais três Estados-membros defendem um aumento do preço de intervenção pública no mercado, atualmente fixado nos 21 cêntimos.