O lucro da Inapa subiu 63% no ano passado, face a igual período de 2013, para 2,1 milhões de euros, anunciou esta quinta-feira o grupo.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Inapa adianta que as vendas consolidadas cresceram 2% para 909,5 milhões de euros.

«A rigorosa gestão de custos operacionais permitiu que os custos de exploração registassem uma redução de 1,4 pontos percentuais face às vendas, atingindo os 137,6 milhões de euros», refere a empresa.

O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) recorrente subiu 5% para 23,5 milhões de euros, «traduzindo tanto o aumento sustentado das vendas como o controlo eficiente dos custos», explica a empresa.

Já os resultados operacionais (EBIT) cresceram 7,1% para 18,3 milhões de euros e a dívida líquida diminuiu cerca de 24 milhões de euros para um total de 317 milhões de euros.

«O aumento das vendas foi acompanhado de uma melhoria da eficiência ao nível dos custos de distribuição, gastos com pessoal e despesas administrativas», adianta a Inapa, que acrescenta que «o valor de imparidades dos saldos de clientes diminuiu cerca de 9% para 3,8 milhões de euros em 2014 face ao período homólogo, representando 0,4% das vendas».

A Inapa justifica a progressão positiva com a «manutenção de uma política comercial prudente face ao risco de crédito da carteira de clientes e a uma gestão articulada com a seguradora de crédito do grupo».

O grupo liderado por José Morgado salienta que "a consolidação da operação turca, depois da aquisição da Korda em 2013, e a plena integração das operações adquiridas nos dois últimos anos na área de embalagem em Portugal, França e Alemanha foram decisivas para a melhoria da eficiência operacional e crescimento de vendas".

Por áreas de negócio, as vendas em volume de papel subiram 4,9% e em valor cresceram 2,3% para 812,9 milhões de euros.

«Os resultados operacionais do negócio do papel mantêm uma performance em linha com o esperado tendo representado 2% das vendas e situando-se nos 16,4 milhões de euros, que traduz um aumento de 1,0 milhão de euros comparativamente com o período homólogo do ano anterior», refere a empresa.

Na embalagem, o negócio representou 73 milhões de euros de vendas.

«Excluindo o cross-selling esta área cresceu cerca de 4%» face ao ano anterior, adianta, apontando que a Inapa «dinamizou o crescimento das suas vendas através de uma estratégia agressiva de maior penetração nos clientes de grande dimensão e alargamento para novas zonas geográficas nos mercados em que opera».

Os resultados operacionais da embalagem foram de 3,1 milhões de euros, fixando-se em 4,7% das vendas.

Na Comunicação Visual, o negócio evoluiu «de forma estável, com vendas a totalizarem 40 milhões de euros em 2014 (excluindo o cross-selling foram de 31,7 milhões de euros), refletindo a conclusão do processo de reorganização da operação no sul da Alemanha e de reforço da estrutura interna».

Neste segmento, os resultados operacionais atingiram 1,2 milhões de euros, representando 3,7% das vendas.

O grupo Inapa, que nasceu há 50 anos, «ocupa uma posição relevante no mercado Europeu de distribuição de papel, com vendas anuais acima dos 900 milhões de euros» e é «a única empresa portuguesa do setor com presença multinacional e única cotada no setor da distribuição de papel na Europa».