O Governo aprovou, em Conselho de Ministros, um diploma que determina que os portos de Lisboa e de Setúbal e Sesimbra passam a ter um Conselho de Administração comum, que fará um plano estratégico comum às duas administrações.

“Com o objetivo de promover a coordenação estratégica, foi aprovado um diploma que estipula que o Porto de Lisboa e os Portos de Setúbal e Sesimbra passam a ter um Conselho de Administração comum, em regime de acumulação de funções, para efeitos de planeamento estratégico e promoção de sinergias organizacionais e operacionais de ambas as empresas”, lê-se no comunicado do Conselho de Ministros.

Ao Conselho de Administração comum caberá a “elaboração de instrumentos de gestão comuns, designadamente um plano estratégico comum às duas administrações portuárias e, tendencialmente, a constituição de serviços partilhados, num posicionamento de promoção das potencialidades de captação de investimento nacional e estrangeiro”.