Portugal espera colocar hoje no mercado dívida a três e a 12 meses até 1.000 milhões de euros, através de dois leilões de Bilhetes de Tesouro (BT), segundo informação do IGCP, lembra a Lusa.

A Agência de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público (IGCP) realiza hoje dois leilões de BT com maturidades em 20 de fevereiro e 20 de novembro de 2015 e com um montante indicativo entre os 750 milhões e os 1.000 milhões de euros.

No último leilão de BT a um ano, que ocorreu a 17 de setembro, Portugal colocou 750 milhões de euros a uma taxa de juro média de 0,225%.

Já no mais recente leilão de BT a três meses, que ocorreu a 15 de outubro, foram colocados 250 milhões de euros a uma taxa média de 0,11%.

Os dois leilões de hoje estavam já previstos no programa de financiamento para o quarto trimestre do ano, durante o qual a agência que gere a dívida pública portuguesa espera emitir até 5.000 milhões de euros em BT e Obrigações do Tesouro.