Portugal regressa hoje ao mercado para emitir até 1.000 milhões de euros em Obrigações do Tesouro (OT) com maturidade a seis anos, segundo anunciou a Agência de Gestão do Crédito e da Dívida Pública (IGCP).

No leilão de OT desta manhã, o IGCP espera colocar um montante entre os 750 milhões e os 1.000 milhões de euros com maturidade em abril de 2021.

Este é o terceiro leilão de OT este ano, depois de Portugal ter conseguido emitir um total de 2.749 milhões de euros nos dois leilões anteriores (ambos com maturidades em outubro de 2025), que se realizaram em fevereiro.

Já o último leilão de OT com maturidade próxima de seis anos realizou-se em outubro do ano passado (vence em junho de 2020), sendo que o Estado conseguiu emitir 1.000 milhões de euros, a uma taxa de 1,8563%.