Os portugueses que têm dificuldade em arranjar emprego em Portugal têm de começar a olhar para o estrangeiro. Um conselho do presidente não executivo da Jerónimo Martins, Alexandre Soares dos Santos.

Falando à margem de um evento sobre empreendedorismo, o empresário comentou o elevado desemprego, confessando-se preocupado. «O desemprego preocupa qualquer pessoa em qualquer parte do mundo. É um problema gravíssimo», disse.

Conselhos para quem quer começar a trabalhar? «Necessário é você ter um conhecimento íntimo do mundo em que vive, aquilo que quer fazer e ser bom. E perceber também que é cidadão do mundo, não é cidadão do seu país. Você tem de trabalhar onde houver trabalho», afirmou.

Falando em específico da Jerónimo Martins, assegurou que o grupo mantém «a mesma política de evitar ao máximo os despedimentos» e explicou que, para isso, «tomam-se medidas como não aumentar salários nos quadros, diminuir os prémios».

«Graças a Deus, que nos tem corrido o ano relativamente bom, razoável face às circunstâncias, as vendas estão superiores, de maneira que vai-se aguentando», concluiu.

Em Portugal, o grupo não pretende despedir mas também não vai criar emprego.