As taxas Euribor subiram esta quinta-feira 0,001 pontos percentuais a seis meses e mantiveram-se inalteradas a três, nove e 12 meses, em relação a quarta-feira.

A Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, subiu hoje 0,001 pontos percentuais, ao ser fixada em 0,306%.

Nos prazos de três, nove e 12 meses, as Euribor mantiveram-se inalteradas, ao serem fixadas, de novo, respetivamente, em 0,209%, 0,399% e 0,489%.

Na reunião mensal de julho, o Conselho de Governadores do Banco Central Europeu (BCE) deixou inalteradas as medidas de política monetária anunciadas em junho.

A 5 de junho, o BCE tinha cortado a taxa de juro diretora em 0,10 pontos percentuais para o novo mínimo histórico de 0,15% e anunciou a realização de duas injeções de liquidez de longo prazo (quatro anos), em setembro e dezembro deste ano, no valor de 400 mil milhões de euros, destinadas a serem emprestadas pela banca a empresas e famílias.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.